Cabeça Livre

Mais um ano sem Natal em família?

Resumo da história:

  • As reuniões de Ação de Graças foram desencorajadas mais uma vez em muitas partes dos Estados Unidos, e muitos líderes do governo agora estão pedindo aos cidadãos que cancelem suas celebrações de Natal também
  • A resposta global à pandemia de Covid-19 tem pouco a ver com a propagação de um vírus de fato, e tudo a ver com a tomada global planejada e implementação de uma agenda tecnocrática conhecida como The Great Reset
  • Leis que obrigam o uso de máscara, distanciamento social, fechamento de negócios, e trabalho e estudo remotos são todas formas de “doutrinação leve” para nos acostumar a um estilo de vida desprovido de nossos direitos e liberdades
  • Embora o plano do Great Reset esteja sendo vendido como uma forma de tornar a vida justa e equitativa para todos, é na verdade um esquema de redistribuição de riqueza que transfere riqueza da classe trabalhadora para a elite tecnocrática
  • A vacinação em massa e a agenda de doses de reforço para a vida toda são parte do golpe tecnocrático em andamento

Embora os lockdowns fossem supostamente temporários – inicialmente, apenas duas semanas para “achatar a curva” – quase dois anos após o início da pandemia de Covid-19, não há fim à vista. O Dia de Ação de Graças (Thanksgiving) foi mais uma vez cancelado em muitas partes dos Estados Unidos, e muitos líderes do governo novamente pediram aos cidadãos que cancelassem suas celebrações de Natal também. A mais recente variante “Omicron” deu aos burocratas motivos adicionais para liberar seu poder e aumentar o pânico.

O que muitos ainda não percebem é que a resposta global à pandemia de Covid-19 tem pouco a ver com a propagação de um vírus de fato, e tudo a ver com a tomada global planejada e implementação de uma agenda tecnocrática conhecida como The Great Reset (“O Grande Reinício”, em uma tradução livre).

Leis em todo o mundo que obrigam o uso de máscara, distanciamento social, fechamento de negócios, estudo e trabalho remotos e quarentena de indivíduos assintomáticos são todas formas de “doutrinação leve” para que nos acostumemos a um estilo de vida totalmente novo, e incomensuravelmente desumano, desprovido de nossos direitos usuais e liberdades.

O Outro Klaus

Klaus Schwab é o fundador e presidente executivo do Fórum Econômico Mundial (World Economic Forum, WEF). Schwab anunciou a agenda do Great Reset do Fórum Econômico Mundial em junho de 2020, agenda essa que inclui retirar das pessoas seus ativos de propriedade privada.

Além de ser um garoto-propaganda da tecnocracia, Schwab também tem uma forte tendência transumanista e escreveu o livro sobre a Quarta Revolução Industrial, do qual uma marca registrada é a fusão de homem e máquina, biologia e tecnologia digital.

De acordo com a Winter Oak – uma ONG britânica de justiça social – Schwab e seus cúmplices globalistas estão usando a pandemia de Covid-19 “para contornar a responsabilidade democrática, passar por cima da oposição, acelerar sua agenda e impô-la ao resto da humanidade contra nossa vontade”.

A maior transferência de riqueza da história está em andamento

Embora o plano do Great Reset esteja sendo vendido como uma forma de tornar a vida justa e equitativa para todos, os sacrifícios exigidos não se aplicam aos tecnocratas que administram o sistema.

Pelo contrário, como observou Patrick Wood em entrevista a James Delingpole, a distribuição de riqueza e as economias circulares promovidas pela elite tecnocrática nunca irão beneficiar o povo, porque ao que eles realmente se referem é a redistribuição da riqueza do povo, para eles mesmos.

Evidência disso pode ser vista na decisão de permitir que grandes lojas permaneçam abertas durante a pandemia, mas ao mesmo tempo obrigar pequenas empresas a fechar, não importa quão pequeno seja o risco de infecção.

Não há realmente nenhuma rima ou razão para tal decisão, a não ser transferir a riqueza de proprietários de pequenos negócios privados para corporações multinacionais. Mais da metade de todos os proprietários de pequenas empresas temem que seus negócios não vão sobreviver.

Desde o começo da pandemia, a riqueza coletiva de 651 bilionários nos Estados Unidos aumentou em mais de US$ 1 trilhão (36%). Para colocar sua riqueza atual em perspectiva, não apenas o número de bilionários na América aumentou para 745 durante a pandemia, mas seus ativos cresceram US$ 2,1 trilhões.

De acordo com o boletim informativo online Inequality (“Desigualdade”), “Os US$ 5 trilhões em riqueza agora detidos por 745 bilionários são dois terços mais do que os US$ 3 trilhões em riqueza detidos pelas 50 por cento mais pobres das famílias dos EUA estimados pelo Federal Reserve Board.”

Como observado por Frank Clemente, diretor executivo da Americans for Tax Fairness, “Nunca antes a América viu tamanho acúmulo de riqueza em tão poucas mãos”.

Essa é redistribuição de riqueza tecnocrática, se você ainda não conhecia. No final das contas, o Great Reset resultará em duas camadas de pessoas: a elite tecnocrática, que tem todo o poder e governa todos os bens, e o resto da humanidade, que não tem poder, nem bens e nem voz.

Que a pandemia de Covid-19 é uma forma de guerra de classes também é evidente na forma como as regras são obrigadas. Enquanto os cidadãos são ameaçados com multas e prisão se não fizerem o que lhes é dito, aqueles que estabelecem as regras repetidamente as violam sem repercussões.

O que as vacinas têm a ver com isso

Se você precisa de mais evidências de que estamos no meio de uma tomada tecnocrática, basta olhar para a agenda de vacinação em massa e a promoção de carne falsa cultivada em laboratório. Bill Gates, outro tecnocrata na linha de frente, afirmou repetidamente que não temos escolha a não ser vacinar todos contra a Covid-19.

Naturalmente, ele está pesadamente investido na referida vacina e tem muito a ganhar com uma campanha global de vacinação em massa. Tecnocratas não são nada além de egoístas, ao mesmo tempo que fingem ser benfeitores.

Eventualmente, sua identificação pessoal, registros médicos, finanças e quem sabe mais o que estarão todos interligados e embutidos em algum lugar do seu corpo. Todos os aspectos possíveis da sua biologia e atividades de vida serão rastreáveis ​​24 horas por dia, 7 dias por semana. Você também estará conectado digitalmente à Internet das Coisas, que eventualmente incluirá cidades inteligentes.

Todas as diferentes partes dessa gigante rede de controle da população se encaixam como peças de um quebra-cabeça. A agenda global de vacinação está ligada à agenda de identidade biométrica, que está ligada à agenda da sociedade sem dinheiro impresso, que está ligada à agenda do sistema de crédito social, que está ligada à agenda da engenharia social e assim por diante.

Quando você segue esse experimento até sua conclusão final, descobre que toda a humanidade está escravizada em uma prisão digitalizada sem saída. Aqueles que se rebelarem simplesmente terão seu tudo-digital restrito ou desligado.

A carne falsa faz parte do Great Reset também

A ascensão da carne falsa cultivada em laboratório também é uma peça do quebra-cabeça da agenda do Great Reset. De acordo com o Fórum Econômico Mundial, a carne cultivada em laboratório é uma alternativa mais sustentável ao gado convencional e, no futuro, todos comeremos muito menos carne. Conforme observado em seu site:

Enquanto o mundo busca reiniciar sua economia, junto com os sistemas alimentares, em uma forma mais limpa pós-pandemia, mais uma solução sustentável que está se concretizando é a carne cultivada. […] A carne cultivada leva muito menos tempo para crescer, usa menos recursos do planeta, e nenhum animal é abatido.

Mas não pense por um segundo que isso tem qualquer coisa a ver com proteção ambiental. Não, trata-se de controlar o suprimento de alimentos e prevenir a independência alimentar.

As corporações multinacionais já assumiram a maior parte do suprimento global de alimentos com suas sementes geneticamente modificadas e patenteadas. Carnes e frutos do mar cultivados e patenteados permitirão que empresas privadas controlem o suprimento de alimentos em sua totalidade e, controlando o suprimento de alimentos, elas controlarão países e populações inteiras.

A saúde pública, sem dúvida, sofrerá com essa mudança na dieta, já que o óleo de canola e o óleo de cártamo são as principais fontes de gordura nessas misturas de carne falsa. Os óleos vegetais são carregados de ácido linoleico, uma gordura ômega-6 que, em excesso, atua como um veneno metabólico, causando disfunção mitocondrial grave, resistência à insulina, diminuição dos níveis de NAD+, obesidade e diminuição radical da sua capacidade de gerar energia celular.

Nosso consumo de ácido linoleico há 150 anos estava entre 2 e 3 gramas por dia. Hoje é 10 a 20 vezes maior. Se a carne falsa se tornar um alimento básico, a ingestão média de LA aumentará ainda mais.

Faça um voto nesse Natal para desfazer o Great Reset

O Great Reset está bem encaminhado, mas ainda não é tarde para pará-lo. No entanto, muitas pessoas precisam ver e entender isso. E então eles devem agir. Se quisermos evitar que o Great Reset destrua a vida como a conhecemos, devemos ver a desobediência civil como um dever. Devemos resistir de todos os ângulos.

Devemos reivindicar nossa soberania, nosso direito de viver livres, de abrir nossos negócios e de circular livremente. Devemos nos comunicar com nossos líderes eleitos e exigir que não infrinjam nossos direitos constitucionais. Temos que nos envolver em processos políticos e ajudar a educar nossos xerifes locais sobre seu papel como defensores da constituição. Também podemos precisar apoiar desafios jurídicos.

Um pequeno passo na direção certa que você pode dar agora seria celebrar o Natal como você normalmente faria esta semana, e não permitir que os Klaus Schwabs e Bill Gateses do mundo roubem seu valioso tempo com família e amigos.

Não há garantias nesta vida e, para muitos, este será seu último Natal. Então, passe-o bem. Valorize a vida realmente vivendo e passando-a com aqueles que você ama. Recusar-nos a desistir de nossa humanidade é como resistimos ao Great Reset.

Autor: Dr. Joseph Mercola

Dr. Joseph Mercola é o fundador do site Mercola.com. Médico osteopata, autor de best-sellers e ganhador de vários prêmios no campo da saúde natural, sua visão principal é mudar o paradigma da saúde moderna, fornecendo às pessoas um recurso valioso para ajudá-las a assumir o controle da sua saúde.

Tradutor: Daniel Peterson

Esse texto é uma tradução do texto originalmente escrito pelo Dr. Joseph Mercola em 24 de dezembro de 2021.

O texto original, em inglês, foi originalmente publicado em:

Devido à censura recente relacionada à Covid-19, o Dr. Mercola tem removido todo o conteúdo do seu site após 48 horas e liberado suas publicações originais de restrições de direitos autorais.

É possível encontrar cópias do texto original na Internet pesquisando com o Google, o DuckDuckGo ou o Brave Search.

Uma cópia em PDF, que eu baixei do site do Dr. Mercola enquanto o texto original ainda estava disponível, pode ser consultada aqui.

Gostou? Que tal compartilhar?

Comentários

Sobre

Propagando ideias de liberdade.

Autor

Anúncio

Apoie

Ajude este site tornando-se um patrocinador, agradeço qualquer contribuição!

Padrim

Padrim